amo Direito

Capitu traiu ou não? Advogado mostra questões jurídicas em Machado de Assis

Em 15/09/2021 | Baixe o App amo Direito
Via @opovoonline | Capitu traiu ou não Bentinho? Alguns críticos defendem que essa pergunta não é polêmica, mas leitores brasileiros se questionam sobre a traição da personagem desde o lançamento de “Dom Casmurro”, de Machado de Assis, em 1899. Agora, o jornalista e advogado Miguel Matos lança nova luz ao questionamento em seu livro “Código de Machado de Assis”.

Nessa obra, o autor destaca as questões jurídicas que estão em várias obras do escritor brasileiro. De acordo com ele, há um possível código que está implícito no texto, o que confirmaria que Capitu traiu Bentinho.

O advogado, porém, não se limita a essa situação. Também traça panorama de outros momentos em que Machado de Assis se utilizou da linguagem jurídica para compor seus enredos.

Mostra, por exemplo, os vários momentos em que o escritor colocou advogados, desembargadores e bacharéis em suas histórias, além de outros personagens do âmbito.

Com uma obra dividida de forma similar a um código jurídico - capítulos, artigos e incisos -, Miguel de Matos retoma à discussão da traição de Capitu e revela outras questões que se relacionam ao meio jurídico.

O prefácio de “Código Machado de Assis” foi escrito por Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal. Já a apresentação é do político e escritor José Sarney.

Por Clara Menezes

Fonte: opovo.com.br